Preso pela PF, ex-assessor de Temer irá para a Papuda - Página Xique-Xique

Plantão


Publicidade

Publicidade

03 junho, 2017

Preso pela PF, ex-assessor de Temer irá para a Papuda

Preso neste sábado, o ex-assessor de Michel Temer Rodrigo Rocha Loures será encaminhado para o Complexo Penitenciário da Papuda, no Distrito Federal, nesta segunda.

Loures teve o pedido de prisão, feito por Rodrigo Janot, procurador-geral da República, aceito pelo ministro do STF Edson Fachin.

O deputado teve a conduta considerada gravíssima pelo juiz:

"Não se trata de aferir a gravidade delitiva para fins de retribuição penal, já que as medidas cautelares não podem figurar como instrumento de punição antecipada. Contudo, em determinados casos, as peculiaridades do delito podem evidenciar maior reprovabilidade e, nessa medida, tais peculiaridades podem robustecer o receio de reiteração delituosa e, por consequência, o risco à ordem pública", disse Fachin, que completou: "Sob essa ótica, lamento averbar, mas é gravíssima a conduta narrada, considerando-se os valores em pauta e o poder de influência das autoridades envolvidas".

MALA

Rocha Loures foi filmado correndo em uma rua de São Paulo com uma mala com R$ 500 mil, entregue pela JBS, empresa de Joesley Batista, após ter sido indicado por Temer para tratar de interesses da empresa em conversa.

Deputado pelo PMDB do Paraná, Loures é considerado o 'longa manus' do presidente, 'apelido' em latim para aquele que executa tarefas a mando de um terceiro.

PRIMEIRO PEDIDO DE PRISÃO

O ministro Edson Fachin havia negado a primeira solicitação para prender Loures por ele ainda estar exercendo seu mandato. Ao voltar a ser suplente, a Procuradoria-Geral reenviou o pedido que, aí sim, foi atendido.

Até sua transferência, na próxima segunda, ele ficará sozinho em uma cela de nove metros quadrados, com beliche e uma cama. O acusado não tem direito à televisão e o local também não conta com pia, chuveiro ou janelas.




















Fonte: Notícias ao Minuto

Nenhum comentário:

Postar um comentário


Publicidade